7 erros cometidos na hora de fazer as unhas

Home / unhas de gel / 7 erros cometidos na hora de fazer as unhas
7 erros cometidos na hora de fazer as unhas
0 Partilhas

7 erros cometidos na hora de fazer as unhas

As unhas femininas precisam estar sempre impecáveis, pois, elas são partes importantes do visual de todas as mulheres e se estiverem feias, elas passarão uma aparência descuidada. 

Geralmente as unhas são bem feitas por manicures profissionais, mas para aquelas mulheres que não abrem mão de fazer suas próprias unhas, aqui vai uma lista com os maiores erros cometidos na hora de fazer as unhas.

Os maiores erros cometidos na hora de fazer as unhas são muito comuns no dia a dia de mulheres comuns que por não terem tempo ou condições financeiras, acabam tendo que cuidar de suas unhas em casa.

1 – Lixar as unhas com movimentos de vai-e-vem

Não é indicado lixar as unhas com movimentos de vai-e-vem, porque as escamas das unhas ficam levantadas.

Com o tempo, elas vão ficando finas, enfraquecidas e quebradiças.

O ideal é lixar as unhas somente em um sentido para manter a lâmina da unha forte e firme.

Outra alternativa é, logo em seguida passar uma lixa mais fina com movimentos de cima para baixo de forma delicada.

Fazendo isso, as escamas das unhas serão fechadas.

2 – Não usar uma base

Não tem como pular a base na hora de fazer as unhas.

O pigmento dos esmaltes coloridos penetra e mancha as unhas.

O indicado é sempre passar uma camada de base antes de aplicar qualquer esmalte para ajudar a proteger.

No mercado é possível encontrar diversos tipos de base, a dica é escolher a que mais atende às suas necessidades.

Uma ótima dica é passar a base sujando os dedos em volta das unhas, isso facilitará na hora de limpar os borrados de esmaltes.

3 – Não lavar o alicate

Para evitar a transmissão de diversas doenças como hepatite B e C, é imprescindível esterilizar os acessórios em autoclave.

O palito e a lixa também devem ser descartados para impedir o acúmulo de bactérias.

Se só você for usar o alicate e os outros acessórios então não precisa esterilizar, mas é importante lavá-los.

4 – Tirar a cutícula

A cutícula é uma barreira natural das unhas contra fungos e bactérias.

Pode ser difícil no início, mas sem tirar essa proteção, a unha fica mais forte e a pintura das unhas mais rápida.

Se já está acostumada a tirar as cutículas, não faça mais isso, somente empurre-as com a espátula e tire apenas os cantinhos.

Tirar a cutícula

5 – Lixar a camada superficial da unha

Lixar essa parte da unha pode deixá-la mais frágil, fina e passível de quebra.

Se precisar mesmo, use uma lixa polidora mais suave.

Se a unha estiver esquentando pare, pois, esse aquecimento desidrata e tira proteínas importantes das unhas.

A dica é lixar a superfície das unhas uma vez ao mês para tirar a porosidade do excesso de esmaltes.

Substitua a acetona por removedores de esmalte sem a acetona na composição.

6 – Passar muita acetona

Esses produtos são menos agressivos.

O melhor são os que trazem em sua fórmula a semente de uva, que hidrata e tem um perfume delicioso.

A acetona resseca a queratina das unhas e tira o brilho do esmalte.

Passar muita acetona

7 – Não hidratar

Manter as mãos hidratadas é o primeiro passo para deixar não só as mãos como também as unhas lindas e saudáveis.

Hidratar as mãos evita que a cutícula forme aquelas pontinhas irregulares ressecadas.

Só não hidrate as unhas no dia de fazer as unhas, porque o produto deixa as unhas engorduradas.

0 Partilhas